Profissionais precisam se alinhar a novas habilidades em recursos humanos que transformação o mundo do trabalho

Profissionais precisam se alinhar a novas habilidades em recursos humanos que transformação o mundo do trabalho

Profissionais precisam se alinhar a novas habilidades em recursos humanos que transformarão o mundo do trabalho 

Com a velocidade da revolução tecnológica chegando às organizações novas profissões serão criadas e outras, já em curso, ganharão destaque no mercado de trabalho. A 4ª Revolução Industrial alia o uso da tecnologia nos negócios e, por tanto, essa transformação precisa que novas competências acompanhem as tendências.

Seguindo esse pensamento Paulo Alcantara, diretor executivo da Fundação de Apoio Institucional Muraki, que já coordenou ais de 500 projetos de capacitação, diz que a tecnologia está cada vez mais presente nas corporações e neste novo cenário econômico a qualidade passa a ser um pilar preponderante, inclusive exigindo a formação de novas competências que atendam a essa realidade.

Para Kátia Andrade doutora em Gestão da Inovação, consultora Organizacional e presidente da Associação brasileira de Recursos Humanos do Amazonas (ABRH-AM) é preciso refletir sobre e o papel dos recursos nesse novo panorama. "Na área de Recursos Humanos serão cada vez mais requeridas competências de visão estratégica de negócios e condução de times em ambiente de mudança, que consigam promover e gerenciamento da cultura organizacional em face aos objetivos estratégicos. A criatividade, a inteligência emocional e a flexibilidade cognitiva são competências que farão a diferença em um ambiente tão volátil, incerto, complexo e ambíguo", comenta Andrade.

Estudo desenvolvido pelo Fórum Econômico Mundial (2016) aponta que nem média, até 2020, mais de um terço do conjunto de competências essências desejados na maioria das profissões será composto por competências que ainda não são consideradas fundamentais nos dias de hoje. Outra pesqui9sa realizada pela Man Power também em 2016 conclui que 65% dos empregos que a geração Z(nascidos entre 1994 - 2010) terá ainda não existem. Já outras profissões exigem constantes atualizações.

Áreas 

Carreiras ligadas ao setor de Tecnologias, Informação e Comunicação, e Recursos Humanos continuarão ascendentes. Assim como as ligadas aos clientes e vendas de modo geral, ou seja, profissionais de Marketing Jornalistas, Publicidades e Propaganda, como, por exemplo, o gestor de mídia sócias especialista em Móbile Marketing é curadoria de Conteúdo Digital, gerente de Marketing ecommerces. São profissionais que estão em constantes mudanças, mas precisam adaptar-se continuamente à realidade da Revolução Digital.

  Já a área de serviços e impulsionada em decorrência do aumento da expectativa de vida Medicina Geriátrica, Nutróloga fisioterapia cuida dores de idosos e Conselheiros de Aposentadoria, São alguns exemplos. 

Frase Kátia Andrade 

"Quanto mais a economia se torna digital mais importante atuação humana"